Facebook Twitter RSS

Torres de iluminação do estádio do Café vão receber manutenção


A Fundação de Esportes de Londrina (FEL) abriu concorrência pública para contratar uma empresa que ficará responsável por fazer a manutenção das quatro torres de iluminação do estádio do Café (zona norte). "É uma reforma estrutural. O serviço não vai contemplar reparo no sistema elétrico", contou o presidente da FEL, Márcio Correia. O edital de licitação foi lançado pela Secretaria Municipal de Gestão Pública na última semana.

Correia não soube informar o valor do investimento, mas destacou que a empresa ficará responsável por fazer uma manutenção de rotina nas torres. "Será verificada a condição das estruturas", disse.

O presidente da FEL destacou, ainda, que o o título estadual do Londrina Esporte Clube (LEC) não vai influenciar na forma como o poder público trata o estádio do Café. "Vamos continuar dando a mesma atenção", destacou.

Sistema antigo

O sistema de iluminação do estádio do Café é antigo. Foi inaugurado em 1976 e nunca passou por um grande processo de modernização. O sistema recebe apenas ajustes e melhorias de rotina. Nada muito grande, segundo a FEL.

As torres não conseguem iluminar todo o estádio durante os jogos noturnos. A falta de luz prejudica o andamento das partidas e o acompanhamento por parte dos torcedores. O projeto de modernização do sistema de iluminação custaria R$ 1,4 milhão aos cofres públicos.

O dinheiro seria utilizado na substituição de lâmpadas e de toda a fiação elétrica. As torres, ainda em bom estado, seriam mantidas, conforme a Fundação de Esportes. A projeto também prevê a proteção dos transformadores e a troca de caixas de energia.

Sem dinheiro, a FEL pretende ir atrás de verba do Governo Federal para colocar a iniciativa em prática. No entanto, não há prazo para que isso aconteça. (Redação: Guilherme Batista - Portal Bonde / imagem: Jorge Junior)

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net