Facebook Twitter RSS

Ocorrências Policiais; 03 para 04/09 de 2014


CORNÉLIO PROCÓPIO: DISPARO DE ARMA DE FOGO / LESÃO CORPORAL GRAVE
Por volta de 21h30m do dia 03 de Setembro (Quarta), equipe PM deslocou mediante um telefonema até à linha férrea que margeia a Passarela da Avenida Marechal Deodoro, onde constatou que um adolescente entre 16 e 17 anos havia sido vítima de dois disparos de arma de fogo, sendo que, um dos tiros atingiu-lhe a região da parte de trás da cabeça e o outro um dos braços. Segundo informações de testemunhas e da própria vítima, o qual sangrava muito, o autor dos disparos não foi reconhecido. Em seguida o adolescente foi socorrido por equipe do SAMU até a Santa Casa onde permanece sob observação. Diligências estão sendo realizadas no intuito de elucidar o crime.

CORNÉLIO PROCÓPIO: DESOBEDIÊNCIA A ORDEM JUDICIAL
Ás 20h45m equipe PM deslocou a determinado endereço da Vila D’Antena onde efetuou a condução de um indivíduo, o qual estava desobedecendo uma determinação judicial de permanecer distante da casa da ex-cônjuge. Segundo a vítima não é a primeira vez que tal fato ocorre pois em data de 02 de Setembro de 2014, o ex-marido também já havia desrespeitado a ordem judicial e quebrado alguns móveis do interior da residência. Dessa feita, o acusado foi conduzido pela equipe PM para o devido procedimento legal.

URAÍ: ADQUIRIR / VENDER / FORNECER / PRODUZIR DROGAS
Através de diligências e serviço de observação, por volta de 15h20m, equipe PM conseguiu realizar a apreensão de dois adolescentes de 15 e 16 anos, além de um adulto por prenome Reginaldo, 26 anos, os quais mantinham escondido em uma residência da Rua Paraguai, no Centro Social Urbano, a quantidade de 22 buchinhas de substância análoga a cocaína, e de 03 pequenos tabletes de maconha. As drogas estavam escondidas no interior de uma botina no quintal da residência. Ainda foram apreendidos a quantia de R$ 93,00 reais em dinheiro; embalagens próprias para à droga, e algumas bombinhas que serviam para anunciar a posição dos traficantes, ou então, a chegada da droga. Todos os três acusados seguiram encaminhados para o devido procedimento legal junto aos ilícitos apreendidos.

BANDEIRANTES: ADQUIRIR / VENDER / FORNECER / PRODUZIR DROGAS
Motivados por serviço de informação e diligências, equipes da PM conseguiram retirar de circulação um adolescente de 17 anos envolvido com o tráfico de drogas. A Operação Policial se deu por volta de 05h30m da manhã do dia 03 de Setembro, quando então, as equipes de Radiopatrulha realizaram a abordagem de um taxista de um Ford/Del Rey, com a idade de 55 anos, o qual deixava o Terminal Rodoviário com um passageiro adolescente (17 anos). Durante revista ao veículo foi encontrada uma sacola que pertencia ao adolescente e que continha um quilo duzentos e sessenta e quatro gramas de substância análoga a cocaína. Ainda em revista pessoal ao adolescente passageiro do táxi foi localizado um papelote de maconha. Por sua vez o adolescente confessou que havia chegado de São Paulo com à cocaína e que iria redistribuí-la no Bairro San Rafael em Bandeirantes mesmo. Por fim, ás partes, taxista e adolescente infrator seguiram conduzidos junto às drogas perante a autoridade competente para os devidos procedimentos legais.

BANDEIRANTES: ATENDIMENTO EM LOCAL DE ÓBITO
No início da madrugada do dia 04 de Setembro de 2014, 00h40m, equipe PM deslocou a determinada residência do Bairro José Carvalho Henrique, onde o Sr Aparecido, 54 anos passou a relatar que um jovem por prenome Marcos Vinícius, 22 anos havia invadido sua residência pelo telhado, e que em posse de duas facas havia tentado matá-lo. Que durante a luta corporal a vítima conseguiu retirar uma das facas do agressor e atingí-lo nas costas e no braço. Que na sequência a vítima acionou a PM e o Corpo de Bombeiros no intuito de encaminhar o invasor (Marcos Vinícius) ferido para o Pronto-Socorro, onde esse por sua vez não resistiu aos ferimentos e veio a entrar em óbito. OBS: Alguns vizinhos disseram ter visto o momento em que o invasor da residência passava de telhado em telhado até chegar na casa alvo. Por sua vez, o proprietário da casa (Sr Aparecido) que alegou legítima defesa foi encaminhado para acareação junto a autoridade competente.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net