Facebook Twitter RSS

EXCLUSIVO: Em Congonhinhas, vereadores ABANDONAM sessão antes do término!


Na noite desta terça-feira (10), como de costume, foi realizada a sessão ordinária na Câmara de Vereadores, aberta ao público.

O vereador e presidente da casa de leis, Renato Honório, iniciou a sessão e mandou as condolências em nome de todos os vereadores aos familiares e amigos da ex-secretária de educação de Congonhinhas, Macária Zava, que faleceu na madrugada de hoje (10).

Após a leitura do evangelho, realizada pela vereadora Professora Célia, o presidente da câmara pediu um minuto de silêncio devido ao ocorrido supracitado.

Passado o minuto, deu-se início às votações de projetos. O presidente Renato pôs em votação o projeto 014/2015, que autoriza a liberação de crédito para a continuação da reforma dos postos de saúde de Congonhinhas, do patrimônio de Santa Maria e do patrimônio do Vaz.

Os 9 vereadores (tanto da situação quanto da oposição) votaram à favor do projeto, em duas votações; sendo assim, o projeto foi aprovado.

Após a votação deste projeto, o presidente pôs em pauta o projeto 008/2015, que autoriza a criação de dois cargos de chefia no município.

O vereador Valdinei (Neném do Vaz) havia solicitado um parecer assinado pelo contador da Prefeitura Municipal de Congonhinhas, para aí sim votarem o projeto. Como o documento já havia sido entregue, o presidente Renato paralisou a sessão por 10 minutos para que todos os vereadores pudessem ler o parecer.

Acontece que, antes de passarem os 10 minutos, os 4 vereadores da oposição (Nilson [Quero-Quero], Cléber [Clébinho], Ricardo [Rambinho] e Valdinei [Neném do Vaz]) deixaram a sessão sem dar nenhuma justificativa e sem pedir a autorização do presidente da casa de leis.

O presidente Renato lamentou o ocorrido e pediu desculpas à toda a tribuna (público) que se fez presente, haja vista que nenhum vereador deve deixar a sessão ordinária sem que a mesma seja encerrada pelo presidente, ou sem ter autorização do mesmo.

Cabe salientar que uma das pessoas presentes naquela casa de leis disse ter ficado indignada com o ocorrido, e que nunca tinha visto vereadores realizando tal ato.

Sendo assim, o presidente pediu para que constasse na ata da sessão (escrita pelo secretário Douglas) que os vereadores da oposição saíram antes da sessão acabar, sem autorização e sem dar justificativa alguma, e após isso encerrou a sessão.





COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net