Facebook Twitter RSS

No Paraná, vereadores reduzem os próprios salários de R$ 7,5 mil para R$ 970


Fonte: Blog do Esmael Morais
Foi aprovada antes de ontem ontem (15) à noite pela Câmara dos Vereadores de Santo Antônio da Platina, região Norte Pioneiro, a redução do salário do prefeito, do vice e dos próprios vereadores do município. O prefeito Pedro Claro (DEM) terá o salário reduzido de R$ 22 mil para R$ 12 mil. Atualmente, ele recebe R$ 14,7 mil ao mês.

Os vereadores tinham aprovado na segunda-feira (13) os próprios salários para R$ 7,5 mil por mês, mas devido à pressão popular, eles recuaram o valor para o incrível valor de R$ 970 (novecentos e setenta reais) a partir de janeiro de 2017. Hoje, os parlamentares platinenses percebem mensalmente R$ 3,5 mil.

O vice-prefeito da cidade, que hoje recebe R$ 8,5 mil, teve o salário elevado para R$ 13,5 mil no começo da semana, mas ontem também foi alcançado pelo redutor que lhe deixou com R$ 970, por mês, a partir da próxima legislatura. Isto é, se for reeleito para o cargo.

A política de redução de salários chamou a atenção do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), que não descarta discutir proposta semelhante na volta do recesso parlamentar em agosto.

Os vereadores de Santo Antônio da Platina também recuaram sobre o número de cadeiras na Casa. Na segunda-feira, havia subido de 9 para 13. Mas, devido aos protestos, decidiram ficar mesmo com as 9 cadeiras.

As propostas foram aprovadas por sete votos contra um. O presidente da Casa não votou. O único vereador a votar contra, Santinho Furtado (PMDB), alegou que a iniciativa seria “demagogia”. A Câmara dos Vereadores ficou completamente lotada para acompanhar a votação. A Polícia Militar foi acionada para evitar conflitos.

Com informações do NP Diário.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net