Facebook Twitter RSS

Jovens morrem em violento acidente, entre as vítimas, filha do prefeito de Quatiguá


Quatro pessoas morreram na noite de domingo (6), por volta das 22h15, em um grave acidente no quilômetro 44 da rodovia BR-153, no trecho entre Santo Antônio da Platina e o entroncamento com a PR-092 (cerca de 500 metros do Auto Posto Platina).

A tragédia aconteceu depois que um Citröen Picasso com placas de Quatiguá bateu violentamente contra uma carreta Scania de Rio do Sul (SC). Entre os mortos estão à filha do prefeito de Quatiguá, Luiz Fernando Dolenz, Maria Fernanda Dolenz, Talita Cherubim, Juliane Leico Seki e Lucas Mattos. A idade dos quatro não foi confirmada.

As vítimas fatais eram todas residentes em Quatiguá. Juliane, que dirigia o carro, era de Joaquim Távora, funcionária da Cooperativa de Crédito Sicredi, de Quatiguá e estudou Administração na Faculdade do Norte Pioneiro, em Santo Antônio da Platina. Thalita também fez curso superior na Fanorpi e trabalhava com joias. Lucas era sobrinho do vereador quatiquaense Ariovaldo Robles.

O sargento Souza, que atendeu a ocorrência, disse nunca ter visto acidente com tal nível de violência: "membros espalhados pelo chão, corpos dilacerados. Houve até decapitação, num cenário assustador mesmo para quem está acostumado”, relatou.

De acordo com o motorista do caminhão, Luiz Fernando Back, 28, o acidente aconteceu depois que a motorista da Picasso – que seguia sentido Santo Antônio da Platina –, Maria Dolenz invadiu a pista contrária. O motorista do caminhão – que seguida sentido Ibaiti – revelou que nem teve tempo de tentar desviar do carro que vinha em sua direção.

Uma testemunha que acompanha os dois veículos, informou ao Corpo de Bombeiros que tanto o caminhão como o carro onde estavam as quatro vítimas viajava a uma velocidade de aproximadamente 80 quilômetros por hora.

Com a colisão, partes da Picasso ficaram espalhadas pelas duas pistas da BR-153. Para se ter uma idéia da violência da batida, o motor do carro foi encontrado a mais de 150 metros do ponto de colisão

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Econorte tiveram trabalho para fazer o resgate dos corpos, tendo que usar equipamentos específicos para desencarcerar as vítimas.

A PRF interditou as duas pistas da BR-153 e rapidamente filas se formaram nos dois lados da rodovia. O trânsito ficou interditado por mais de duas horas e a expectativa dos patrulheiros que atenderam a ocorrência era de que o trânsito só fosse normalizado por volta das 2 horas.

Os quatro ocupantes da Picasso viajavam com destino a Santo Antônio da Platina, onde se encontrariam com outro grupo de amigos. Após o acidente, os celulares das vítimas começaram a tocar e os próprios homens do Corpo de Bombeiros atenderam as ligações. Foi por conta disso que as vítimas foram rapidamente identificadas.

Assim que a notícia da tragédia se confirmou, amigos e até parentes das quatro vítimas se dirigiram ao local da colisão. O pai de uma das vítimas chegou ao local cerca de uma hora depois do acidente, mas não conseguiu reconhecer o corpo do filho. Ele foi consolado por amigos e logo em seguida precisou receber atendimento dos socorristas que estavam no local.

Os quatro corpos foram recolhidos pelos agentes do Instituto Médico Legal (IML) em Jacarezinho. A previsão é que o velório e sepultamento das vítimas aconteçam ao longo do dia. (Anuncifácil com informações e fotos dos portais Tá No Site e NP Diário)






COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net