Facebook Twitter RSS

Iluminado por 30 mil, Londrina bate Confiança e está na Série B


Redação: Marco Feltrin - Portal Bonde
(Foto: Anderson Coelho/Equipe Folha)
A espera de mais de uma década chegou ao fim. O Londrina Esporte Clube está de volta à segunda divisão do futebol brasileiro após vencer o Confiança por 1 a 0 na noite deste domingo (18). O alviceleste foi empurrado por quase 30 mil torcedores que lotaram o estádio do Café e incentivaram o time até os minutos finais, quando o adversário sufocou o Tubarão, com um a menos desde os 20 do segundo tempo, após a expulsão do capitão Germano.

A vaga conquistada faz cumprir a promessa feita pelo gestor Sérgio Malucelli em 2011, quando o alviceleste disputava a segunda divisão do estadual. À época, ele disse que levaria o time de volta à Série B em um prazo de cinco anos.

Durante todo este tempo, o clube foi comandado por um único treinador: Cláudio Tencati, que atingiu recentemente a marca de 150 jogos à frente do Tubarão e incluiu no currículo títulos como o do Paranaense de 2014, acabando com um jejum de 22 anos.

Com a vaga carimbada, o Londrina agora aguarda o adversário das semifinais da Série C, que sai da partida entre ASA e Tupi, nesta segunda em Alagoas. Na partida de ida, os mineiros venceram por 2 a 0 e têm grande vantagem para garantir a classificação.

O JOGO
O Londrina chegou para a partida precisando de apenas um gol para se classificar, depois do 0 a 0 no jogo de ida em Aracaju. Por outro lado, se tomasse um gol, dificultaria e muito a tarefa em busca da vaga.

Concentrado em campo, o Tubarão dominou a partida no início e chegou logo ao gol. Aos 12 minutos, Rafael Gava cobrou escanteio, Germano desviou bem de cabeça mas parou em grande defesa do goleiro Rafael. No rebote, o zagueiro Luizão entrou com bola e tudo, levando a torcida ao delírio no Café.

O jogador foi o último a ser contratado para a disputa da Série C, depois da saída de Dirceu, e marcou seu primeiro gol com a camisa alviceleste.

O Confiança precisou sair para o jogo, mas esbarrava no bom posicionamento da defesa do Londrina e dependia muito das jogadas de Nei Maruim pela direita.

No intervalo, o técnico Betinho decidiu fazer duas mudanças, promovendo a entrada de Diego Ceará e Felipe Lima. Apostando nas bolas aéreas, o time sergipano buscava uma pressão, sem ser eficiente.

O Londrina tinha o contra-ataque como arma e quase ampliou o marcador em duas oportunidades. Aos 11, Paulinho cruzou da esquerda e Edmar subiu bem de cabeça, tirando tinta do ângulo esquerdo de Rafael. Um minuto depois, mais uma vez Edmar. O camisa 7 fez grande jogada pela esquerda após passe de Rafael Gava, invadiu a área, mas pegou embaixo da bola, mandando por cima.

Quando o Tubarão passava por seu melhor momento na partida, veio o castigo. No campo de ataque, Germano tentou pegar o rebote, errou o tempo de bola e acabou acertando o adversário. Como já tinha cartão amarelo por reclamação na primeira etapa, o capitão acabou expulso.

Com um a menos, Tencati resolveu tirar Edmar para recompor o sistema defensivo, com a entrada do volante Ítalo.

O time recuou e o Confiança partiu para o tudo ou nada. Aos 33, os sergipanos tiveram a principal chance do empate. Diego Ceará recebeu na direita e avançou em velocidade, ficando cara a cara com Vitor. O goleiro do Tubarão agiu com frieza e saiu bem do gol para fazer a defesa.

Nos minutos finais, a torcida fez sua parte e apoiou o Tubarão, que conseguiu prender a bola no campo de ataque, aliviando a pressão. Os cinco minutos de acréscimo pareceram uma eternidade, mas o sofrimento chegou ao fim com o apito final de Wagner Reway, sacramentando o acesso à Série B.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net