Facebook Twitter RSS

Ocorrências Policiais; 01/01 de 2017


18° BPM

CORNÉLIO PROCÓPIO: DANO AO PATRIMÔNIO PÚBLICO
Após noticia via 190 dando conta que em um bar na praça Alto do Cristo uma jovem estaria machucada, as equipes PM deslocaram até o local, onde já encontrava-se presente uma guarnição do corpo de bombeiros, e imediatamente constataram uma jovem de cabelo curto com uma camiseta totalmente suja, algumas escoriações e um corte no rosto, com comportamento extremamente agitado subindo as escadas do lado do estabelecimento. Em contato com populares, recebemos a informação de que a jovem que estava brigando com outra pessoa e que por duas vezes teria sido jogada barranco abaixo em virtude da briga. No entanto ainda assim continuava a “arrumar confusão”. Que esta jovem, já na via pública, mas precisamente na calçada adjacente, começou a gritar, empurrar e dar jogo de corpo em outras pessoas que ali estavam, as quais esquivavam-se de sua ação. De pronto foi dada voz de abordagem a jovem, ordem clara para que colocasse as mãos na cabeça, o que não foi acatado. Com a aproximação dos policiais esta passou a investir contra a equipe e após algemamento continuou a debater-se e resistir, cuspindo na equipe PM e na viatura, condutas que motivaram colocar a jovem no camburão. Passou então a proferir palavras de baixo calão, ameaças e deferir chutes no interior da viatura, danificando-a. Por conta disso, imediatamente procedeu-se o encaminhamento da infratora a sede da 11 SDP para providências pertinentes.

CORNÉLIO PROCÓPIO: AMEAÇA
Por volta de 1h30min, em patrulhamento pelo Jardim Nova Esperança, a equipe policial fora abordada pela solicitante, a qual passou a relatar que seu ex marido estava a ameaçando de morte. Relata ainda que já registrou vários boletins de ocorrências anteriores pelo mesmo motivo, e que já tem uma medida protetiva em aberto, porém seu ex marido insiste em continuar ameaçando-a. Ato contínuo, assim que o ex-marido avistou a viatura e viu a solicitante correr na direção da equipe, empreendeu fuga tomando rumo ignorado. De imediato foram realizadas buscas pelas imediações, porém sem sucesso em encontrá-lo. Vale ressaltar que a solicitante se apresentava muito nervosa, devido ao fato de morar sozinha em sua residência e de estar somente ela e mais uma amiga, juntamente com as crianças na casa. Diante dos fatos a solicitante foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis e posteriormente lavrado o presente BOU.

CORNÉLIO PROCÓPIO: FURTO
Após solicitação via 190, por volta das 5:30, de que estariam mexendo em um veículo e também furtado um celular. Deslocamos a endereço supracitado onde entramos em contato com a vítima, que relatou a equipe policial que ao avistar um indivíduo mexendo em um veículo que estava estacionado, achou estranho pelo horário, se aproximou e notou que o rapaz esboçou um comportamento anormal, pegou o celular dizendo que iria chamar a polícia, momento em que o indivíduo tomou-lhe o celular, um samsung j7, e disse que já que estava gritando ia ficar sem o celular. Ainda a vitima relatou que era um rapaz de pele morena, vestia uma blusa de frio azul e estava com capuz. Após tomar seu celular saiu correndo em direção a avenida quinze de novembro. Logo após o atendimento a equipe policial saiu em diligências no intuito de encontrar o infrator, no entanto não foi localizado.

CORNÉLIO PROCÓPIO: AMEAÇA
Conforme solicitação via 190, por volta das 16h, a solicitante relatou que veio a cidade de Cornélio Procópio a fim de visitar sua avó, a qual não via a cinco anos. Durante a visita o seu tio chegou embriagado e passou a ofender a solicitante, bem como outros parentes, inclusive os ameaçando dizendo que se eles não se retirassem da casa, ele iria chamar seus "meninos" e que a conversa com eles era na bala, além de ameaçar agredi-los com um pedaço de pau. Com a chegada da PM, alegou ser proprietário das casas daquele lote e reclamou que seus irmãos planejavam vender o seu imóvel, e exigia a saída imediata dos seus parentes. Diante do exposto foi orientado sobre os procedimentos, e que deveria procurar o fórum para discutir o mérito. Após desacatar a equipe,  foi lhe dada voz de prisão e este foi conduzido para sede da 1ª Cia PM para lavratura do termo circunstanciado.

LEÓPOLIS: LESÃO CORPORAL
Compareceu a sede do destacamento, a solicitante, não conseguindo se locomover sozinha e, portanto, carregada por colegas. Relatou que foi agredida por seu namorado. A vitima apresentava escoriações pelo corpo, ferimentos nos joelhos e hematomas nas costas, queixava-se de fortes dores na cabeça. Sendo assim a equipe PM saiu em patrulhamento pela cidade a fim de localizar o agressor, o qual fora encontrado. Foi-lhe dada voz de abordagem e este fora conduzido até o destacamento policial para lavratura do termo circunstanciado.

LEÓPOLIS: LESÃO CORPORAL
Após informação via 190, dando conta de que uma pessoa havia sido esfaqueada na praça da cidade, a equipe PM deslocou até o local e constatou o fato. O jovem encontrava-se deitado em um banco da praça, amparado por amigos, com uma perfuração logo abaixo do abdômen, com sangramento intenso, porém permanecia consciente e conversando. Com informações referentes ao agressor e após a chegada da ambulância, a equipe saiu em diligências para encontrá-lo, porém sem sucesso até o presente momento.

LEÓPOLIS: LESÃO CORPORAL
Compareceu ao órgão policial, a solicitante que passou a relatar que possuía uma união estável e que na data de hoje o companheiro a agrediu com soco no rosto e tentou sufocá-la com travesseiro, tentando ainda enforcá-la. Perguntado o motivo, a mesma disse que o companheiro bebeu além da conta e seria esse o motivo da agressão. Veio registrar a agressão e pede providências.

RANCHO ALEGRE: VEÍCULO RECUPERADO
Em patrulhamento fora avistado um veiculo no meio de uma plantação de soja na entrada do município de Rancho Alegre. Ao pesquisar as placas fora identificado como veículo com alerta de furto/roubo. O veículo estava em local de difícil acesso e devido as condições climáticas não fora possível retirar o veículo do local naquele momento. O que fora feito posteriormente.

RANCHO ALEGRE: DESOBEDIÊNCIA A DECISÃO JUDICIAL
Em patrulhamento fora avistado indivíduo cumprindo medida judicial restritiva de direitos, devendo este permanecer em sua residência nos finais de semana e feriados, ficando autorizado a sair apenas para cumprimento de serviços à comunidade também determinado em sentença condenatória expedido pela m.m juíza de direito da comarca de Uraí. Diante ao descumprimento por estar contrário ao estabelecido o abordado fora encaminhado ao destacamento de polícia militar para os procedimentos, conforme a solicitação do judiciário no sentido de auxiliar a fiscalização do apenado.

RANCHO ALEGRE: DANO
Por volta das 16h a PM deslocou até a Rua Bahia onde a solicitante passou a relatar que seu filho estraia muito violento e teria destruído toda a estrutura da varanda frontal da casa (alicerce, telhas, caibros etc..), além de móveis e utensílios, relatando ainda que esta não é a primeira vez que danifica a casa, optando pela representação criminal contra o filho. No local fora constatado que o infrator obstruiu toda a rua com as telhas e madeiras e que além da destruição acima descrita, havia destruído o encanamento de água (cavalete) da empresa Sanepar. Em contato com o infrator, observamos que estava muito agressivo, virando as costas para a equipe policial e adentrando a residência, ao retornar fora para uma busca pessoal, resistindo. Após contenção, durante a busca, foi localizada na cintura uma faca, a qual, segundo ele, seria utilizada contra a equipe policial. Diante dos fatos acima, o infrator, sua mãe e o pai foram encaminhados até a delegacia de polícia civil de Uraí, para que se fossem tomadas as devidas providências, sendo entregues ainda o registro fotográfico da destruição provocada pelo infrator na residência dos pais. Obs.: existem várias ocorrências destes mesmo infrator (violência doméstica), sendo com a ex-amazia, quanto a sua família (pai, mãe e irmãos), onde diz ainda que polícia, delegacia e juiz não lhe metem medo, e que faz e continuará fazendo estas coisas. Após conhecimento e apreciação do delegado plantonista, este entendeu não haver crime, orientando esta equipe policial para a confecção do termo circunstanciado de infração penal, sendo então as partes envolvidas orientadas quanto as devidas providências, sendo estes então liberados após encerrado o termo. Anexados ainda dados fotográficos dos danos causados.

BANDEIRANTES: FURTO QUALIFICADO
Através de solicitação na qual o solicitante afirmara que se encontrava responsável por uma republica de estudantes em que, em data de hoje, por volta das 13:00, veio a constatar estar arrombada e que alguns objetos haviam sido subtraídos. Relata ainda o solicitante que em data de 30/12/2016 por volta das 11:00 havia estado na residência e a mesma estava intacta. Não foi possível fazer um levantamento mais preciso, pois os moradores estão em viajem. Somente que uma tv, perfumes e roupas foram subtraídos. Diante dos fatos a solicitante foi orientado quanto ao procedimento.

SANTA MARIANA: AMEAÇA
Que o solicitante relata que seu genro estava armado com um revolver e ameaçando o mesmo e todos da casa inclusive crianças que lá estavam, no deslocamento foi feito patrulhamento por todo distrito do Panema e nada foi localizado.

BANDEIRANTES: LESÃO CORPORAL - DANO
A solicitante informou à PM que seu filho estava muito violento, agrediu seu pai e ameaçou a todos na casa com um garfo de churrasco exigindo dinheiro para comprar drogas e que negaram. Ele saiu de casa e mais tarde voltou e queria novamente o dinheiro e que negaram novamente então ele pegou um pedaço de cabo de vassoura e agrediu novamente seu pai e mãe, ele estava completamente transtornado e violento quando a equipe chegou.

SANTA MARIANA:DISPARO DE ARMA DE FOGO
Após solicitação de que havia ocorrido uma briga e um disparo de arma de fogo na entrada da “favelinha” situado na rua Joaquim Honório de Carvalho, a central da 2 cia enviou uma equipe em apoio para atendimento da ocorrência, tendo em vista que a equipe de Santa Mariana se encontrava na delegacia de policia realizando um flagrante. Ao chegar no local foi visualizado varias pessoas na rua realizando uso de bebida alcoólica. Foi realizado revista pessoal em algumas pessoas mas nada de ilícito fora encontrado. Ao ser perguntado sobro o ocorrido para algumas pessoas elas apontaram o autor dos disparos e afirmaram que este não morava ali e já havia se ausentado do local, não sabendo informar o local onde ele mora.

SANTA MARIANA: FURTO QUALIFICADO
A solicitante informou que estava passando o fim de ano na casa da sogra, quando acordou pelas 6h e viu uma pessoa dentro da casa com isqueiro para iluminar o interior, quando ela viu que a pessoa não era conhecida, começou a gritar e este saiu em disparada levando alguns objetos entre eles seu celular.

ANDIRÁ: AMEAÇA
Após solicitação via 190, a equipe deslocou-se ate o endereço supracitado onde fez contato com a solicitante, a qual relatava que seu marido, sem motivo aparente começou a ameaça-la com um facão, dizendo que a mataria, e passou a quebrar moveis e utensílios da residência, e ainda veio a arremessar um copo em sua direção, que atingiu a perna, causando lesão. Relatou ainda que ele fugiu antes da chegada da equipe dizendo que voltaria e a mataria. Ela registrou boletim de ocorrências para providências e foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis.

ASSAÍ: ROUBO
Relata o solicitante que estaria na calçada em frente a sua residência quando em determinado momento um elemento de baixa estatura, de cor morena clara, trajando um moletom, com touca de cor azul, fazendo menção de estar armado, lhe deu voz de assalto levando sua carteira contendo a quantia aproximada de oitenta reais, a sua carteira nacional de habilitação e o seu aparelho celular da marca samsung modelo a5 de cor preta, e que logo após se evadiu tomando rumo ignorado, foi realizado patrulhamento pelas ruas adjacentes do local do crime porem sem êxito em localizar o autor do crime.

SÃO SEBASTIÃO DA AMOREIRA: VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
A equipe PM deslocou para atendimento de ocorrência flagrante por violência doméstica, sendo que no local fora detido o agressor e encaminhado a delegacia de Assaí para os procedimentos.

SÃO JERÔNIMO DA SERRA: VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
A solicitante foi agredida pelo seu marido com um pedaço de pau, vindo a machucar sua cabeça. Foi conduzida para o hospital pelo seu vizinho. A equipe PM realizou patrulhamento mas não foi encontrado o agressor. A vítima foi orientada sobre os procedimentos cabíveis ao fato.

SÃO SEBASTIÃO DA AMOREIRA: CUMPRIMENTO DE MANDADO JUDICIAL
O solicitante afirmava que haviam alguns indivíduos em sua propriedade e que possivelmente estariam furtando sua propriedade, ao chegar no local, a equipe PM se deparou com algumas pessoas que ali estavam e disseram que haviam descido no rio que passa no fundo da propriedade para pescar e que não haviam furtado nada. Após constatação de que nada havia sido furtado, a equipe pegou o nome e documento dos envolvidos e deslocou até o DPM para lavrar BOU, ao ser consultado o nome do senhor Wilson Tiago Gomes a equipe constatou que havia um mandado de prisão em desfavor do mesmo, e este recebeu voz de prisão, sendo entregue na delegacia de São Jerônimo da Serra para os procedimentos cabíveis.

SÃO SEBASTIÃO DA AMOREIRA: VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
A equipe foi solicitada pela 3 Cia de Assai para atender uma situação de violência domestica. No local do fato depararam-se com a vitima que relatou que seu marido a ameaça constantemente, bem como a seu filho e irmão. A vitima relata que o esposo profere palavras de baixo calão direcionadas a ela e a ameaça de morte utilizando faca. Foi detido e encaminhado a delegacia de policia para as demais providencias cabíveis.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net