Facebook Twitter RSS

Ocorrências Policiais; 14 para 15/06 de 2017


18° BPM

ANDIRÁ: ASSOCIAÇÃO AO TRÁFICO
Por volta das 11h05min a equipe ROTAM obteve informações de que 03 mulheres adentrariam o sistema prisional de Andirá levando drogas. Desse modo, em posse das características das mencionadas foi possível abordá-las em frente a Delegacia de Polícia Civil, onde após busca pessoal realizada por uma investigadora de polícia e uma agente penitenciária foi possível localizar oito gramas de substância análoga à maconha envolvida em fita juntamente com fumo de corda e halls, acondicionada nas partes intimas de uma delas; bem como mais 99 gramas de substância análoga à maconha com outra visitante, escondido em sua bolsa e a quantia de R$305,00 distribuída em notas e moedas, com a terceira. Tudo a ser entregue aos seus respectivos parceiros que se encontram preso. À pedido do delegado de polícia, as 03 foram encaminhadas para o hospital, onde se realizou exame de raio “x” e ginecológico haja vista a possibilidade de haver mais drogas escondida nas partes intimas. Porém nada mais foi localizado e as mesmas foram encaminhadas para a Delegacia.

BANDEIRANTES: FURTO SIMPLES
Após solicitação via 190 por volta das 20h, a equipe PM deslocou até o endereço solicitado, onde a solicitante relatou que se ausentou de sua residência por uns 15 minutos e ao retornar notou que a porta da cozinha encontrava-se aberta e que de dentro havia sido furtado um microondas branco, um cofrinho de moedas e 2 pacotes de carne. Relatou ainda que ao sair deixou a porta com cadeado, porém sem trancá-lo. Ressalta-se que ao fundo da casa existe um terreno baldio o que pode ter facilitado o furto.

CORNÉLIO PROCÓPIO: FURTO SIMPLES
Por volta das 10h50min a equipe PM foi solicitada a deslocar até o centro da cidade onde teria ocorrido um furto. No local, a solicitante informou que se encontrava em frente ao seu local de trabalho esperando para iniciar o expediente quando após atender uma ligação acabou deixando seu telefone celular em cima de uma mureta vindo a sentir falta do aparelho alguns minutos depois, porém sem o encontrar. Solicitou então a um dos colaboradores da loja na qual trabalha para que analisasse as filmagens da câmera de segurança pela qual foi possível notar que a pessoa responsável por subtrair o aparelho seria um vendedor ambulante. Em posse das características do vendedor, a equipe realizou diligências, sendo o mesmo encontrado nas proximidades do Banco Itaú, apresentando o celular à equipe, porém já sem a capinha de proteção e o chip. Consultado o aparelho constatou-se que de fato tratava-se do produto do furto. O abordado foi então conduzido até a 1ª Companhia de Polícia Militar para demais procedimentos e averiguações e em seguida conduzido a 11ª SDP.

CORNÉLIO PROCÓPIO: FUGA DE PESSOA PRESA OU SUBMETIDA A MEDIDA DE SEGURANÇA
Às 15h58min as equipes PM de plantão foram informadas de que estaria ocorrendo uma tentativa de fuga na cadeia pública de Cornélio, localizada no Jardim Primavera. As equipes deslocaram até o local, onde feito contato com os policiais militares que realizavam a guarda externa do CCPROC, os mesmos informaram que estavam fazendo revezamento na guarita de monitoramento do solário, de onde observaram um cobertor amarrado no solário. Impedindo a visão exata dos detentos e que por terem ouvido barulho de “gente correndo” acabaram por desconfiar de que alguém estaria em fuga. Às equipes de serviço foram todas acionadas e a visita que acontecia no momento cancelada. Deu-se tão a contagem dos detentos, onde se constatou que ninguém havia se evadido.

CORNÉLIO PROCÓPIO: FORNECER PRODUTOS DE DEPENDÊNCIA FÍSICA - QUÍMICA
Atendendo à solicitação do Ministério Público do Estado do Paraná, mediante a 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Cornélio Procópio, por intermédio de ofício. A equipe PM deslocou até uma República desse município, a fim de realizar uma fiscalização haja vista uma festa open bar que estaria para acontecer no local. Em contato com os responsáveis foi lhes esclarecida a razão da presença policial e em continuidade realizada uma fiscalização, contagem e triagem dos participantes do evento. Sendo que os adolescentes presentes foram liberados diretamente para seus pais. Bem como se constatou que o evento não possuía alvará de licença de funcionamento nem tampouco vistoria por parte dos bombeiros. Sendo necessário inclusive a presença do SAMU para dar atendimento à um adolescente de 17 anos que se encontravam em coma alcoólico, caído próximo a um muro. Averiguou-se ainda que todos os adolescentes consumiam bebida alcoólica, e que no momento um deles encontrava-se em cima do telhado tentando fugir. Como também alguns deles eram de cidades vizinhas, foi solicitado o acompanhamento do Conselho Tutelar, uma vez que seus pais não os poderiam retirar da festa. Os responsáveis pelo evento foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

NOVA FÁTIMA: ROUBO
Às 23h55min a equipe foi solicitada por um senhor, o qual informava que sue vizinho havia sido assaltado. No local, a vítima informou que estava chegando em sua residência quando vários indivíduos chegaram portando faca e uma barra da ferro, ameaçando-lhe caso não entregasse o celular. Não soube informar exatamente as características dos mesmos por estarem com o rosto coberto. Entretanto, observou que um deles usava moletom azul e toca e que saíram em direção ao Conjunto Antonio Ribeiro. Foram feitas diligências, mas até o momento ninguém foi localizado.

SANTA MARIANA: ROUBO AGRAVADO
Relata a vítima que estava em seu estabelecimento comercial, quando parou em frente ao referido estabelecimento uma motocicleta com duas pessoas, momento em que desceu o garupa usando roupa escura e capacete com viseira portando uma arma de fogo (revolver) dando voz de assalto a um de seus clientes, e em seguida o levou para dentro, ao chegar no balcão abordou o proprietário e pediu o dinheiro que estava no caixa (2.000,00) reais em dinheiro e recarga de telefone celular, já na saída levou também um aparelho celular marca Samsung Galaxy S5 do cliente.

SERTANEJA: MOEDA FALSA
Às 16h a equipe PM recebeu uma ligação, mediante a qual a solicitante informava que um homem alto, de pele branca e porte físico encorpado, usando camiseta clara acabara de lhe passar uma nota falsa no valor de 100 reais, quando foi até seu estabelecimento e consumiu alguns produtos. Que assim que o homem saiu foi até a lotérica apresentar a nota, pois ficou desconfiada e onde obteve a certeza de que se tratava de uma nota falsa. Diante do exposto, foram realizadas diligências a fim de encontrar o indivíduo, porém sem resultados positivos até o momento.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net