Facebook Twitter RSS

Cida Borghetti confirma intenção de se tornar 1ª governadora eleita do Paraná


Fonte: Magaléa Mazziotti (Folha de Londrina)
(Foto: Magaléa Mazziott)
A governadora em exercício Cida Borghetti (PP-PR), na manhã desta segunda-feira (28), não só deu boas-vindas aos empresários japoneses e locais durante a abertura da 20ª Reunião Conjunto do Comitê de Cooperação Econômica Brasil-Japão, na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), mas também respondeu de forma entusiasmada sobre o objetivo dela para a "corrida eleitoral" de 2018, no qual ela e seu partido visam o governo do estado. "Eu e o governador Beto Richa ainda temos que conversar sobre os planos dele quanto tentar uma das duas vagas ao Senado, mas sou militante partidária, em abril assumirei o governo do nosso Estado e temos disposição para disputar o pleito de 2018, ser a primeira governadora eleita e continuar nesse projeto de desenvolvimento, pelo bem do Paraná", destacou.

Sobre as relações comerciais entre Brasil e Japão, a governadora em exercício fez questão de destacar a presença histórica e forte da comunidade japonesa no desenvolvimento do estado e do Brasil, em 2018 completam 110 anos de imigração japonesa. Cida resgatou dentre outros exemplos fortuitos nas relações entre os dois países, a instalação da indústria de pneus Sumitomo, por conta do Programa Paraná Competitivo e recomendou aos empresários japoneses visitarem Maringá e Londrina para conhecerem vários exemplos do trabalho conjunto entre os dois povos.

"O Japão é o parceiro preferencial em todas as ações de cooperação para esse novo momento de retomada do desenvolvimento econômico do País". Fiep e Confederação Nacional da Indústria (CNI) fazem coro nessa aposta, assim como o governo federal, que lançou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). "Já invertemos a tendência de queda nas relações comercias entre Brasil e Japão e vamos firmar parcerias que ajudem a estruturar e integrar ações que promovam as obras de infraestrutura e consolidem um melhor ambiente de negócios e de produção", resumiu o ministro do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge de Lima.

Vídeo: Ministro Marcos Jorge de Lima - MDIC

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net