Facebook Twitter RSS

Ocorrências Policiais; 27 para 28/09 de 2018


18° BPM

ANDIRÁ: AMEAÇA
No início da madrugada de hoje a Polícia Militar foi acionada na Vila Americana, onde a solicitante, uma senhora de 78 anos relatou ter sido ameaçada pelo neto. Relatou ainda que o neto é usuário de drogas e vive com ela e que chegou a residência lhe ameaçando caso não fosse entregue dinheiro, mas que acabou fugindo quando percebeu que a Polícia fora acionada. Diante disso a vítima foi devidamente orientada, bem como realizado patrulhamento a fim de encontrar o noticiado, que não foi localizado.

ASSAÍ: ABORDAGEM DE SUSPEITOS
Às 17h50min durante patrulhamento a equipe PM ROTAM visualizou o momento em que o condutor de uma motocicleta ao observar a presença policial acabou mudando repentinamente o sentido no qual trafegava. Diante disso, a equipe realizou acompanhamento tático vindo a abordar o motociclista em uma estrada vicinal. Procedida a abordagem foi constatado que o condutor não possuía habilitação para dirigir e que a moto possuía débitos administrativos. Desse modo, condutor e moto foram encaminhados à 3ª Cia PM para os procedimentos cabíveis.

BANDEIRANTES: FURTO QUALIFICADO
Às 07h da manhã a equipe policial foi acionada na Vila Lordani onde o solicitante informou ter se ausentado de sua residência no dia 26 e que ao fazer o café percebeu que seu botijão de gás havia sido furtado. A vítima foi orientada quanto aos procedimentos.

BANDEIRANTES: ESTELIONATO
Às 23h23min compareceu ao Plantão de Polícia um senhor relatando ter recebido uma ligação na qual diziam ter seqüestrado sua filha, exigindo que fosse pago o valor de R$1.200,00 e que a Polícia não fosse avisada, caso contrário a vítima seria morta. Que diante disso, o noticiante foi até o banco sacou o valor e realizou o depósito em uma conta na lotérica, sendo assim vítima de um golpe de estelionatário.

CORNÉLIO PROCÓPIO: DESOBEDIÊNCIA
Às 12h45min durante abordagem pela Avenida XV de Novembro a equipe PM avistou quatro indivíduos em atitude suspeita, sendo que ao dar voz de abordagem, um dos supracitados não quis acatar as ordens emanadas pelo comandante da equipe. Desse modo, foi necessário contê-lo e o encaminhar para medidas cabíveis. Os demais abordados que não possuíam nada de ilícito foram prontamente liberados.

CORNÉLIO PROCÓPIO: APOIO A OUTROS ÓRGÃOS
Às 18h30min a equipe PM foi solicitada a fim de escoltar um preso junto ao SAMU  até o Pronto Socorro, haja vista o mesmo estar reclamando de dores no peito. No local, o médico plantonista avaliou que se tratava de bronquite prescrevendo uma medicação que o preso se recusau a tomar, pedindo que lhe fosse passado uma inalação e ficando alterado por conta disso. Uma das enfermeiras relatou que em dado momento o detento pediu uma caneta e segundo relato de um funcionário do SECAT provavelmente estaria arquitetando uma fuga. Desse modo, o preso foi novamente encaminhado ao mini- presídio.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net