Facebook Twitter RSS

Em Cornélio Procópio, multas somam valor maior que moto de condutor que fugiu após ser flagrado em prática de exibicionismo


Fonte: Anuncifácil
(Foto: Anuncifácil)
De acordo com o SD Sanches da Polícia Militar de Cornélio Procópio, durante patrulhamento de rotina pelo Jardim São Silvestre por volta das 16 horas de terça-feira (16), a sua equipe, que contava com os soldados Ozeto e Junior, se deparou com um motociclista em um veículo Honda CG 160 de cor branca, praticando manobras arriscadas de exibicionismo (empinando), em uma das ruas do bairro.

Segundo o SD Sanches, diante do fato, o motociclista recebeu voz de abordagem, mas não acatou e empreendeu fuga, sendo então iniciado um acompanhamento tático, onde a equipe solicitava que o mesmo parasse usando sinais luminosos e sirene.

O motociclista insistiu na fuga conduzindo a moto em alta velocidade pelas ruas dos bairros São Silvestre, Jardim Pérola, Jardim Bela Vista, entrado posteriormente na Avenida Paraíso, onde seguiu pela Rua Colombo e Avenida XV de Novembro cometendo várias infrações, avançado por semáforos fechados, preferenciais e forçando ultrapassagens, colocando não só sua vida em risco, mas como também de terceiros.

Depois de vinte minutos de acompanhamento tático o motociclista foi finalmente abordado na Rua Nossa Senhora do Rocio depois que o pneu traseiro estourou perto da Santa Casa. Ele ainda tentou empreender fuga a pé, mas foi contido pela equipe, relatou o SD Sanches.

Ao verificarem a moto, os policiais encontraram várias irregularidades, como pneus gastos, lacre rompido, falta de um retrovisor e escapamento aberto.

A ocorrência resultou em dezenove notificações de infrações dadas ao motociclista por infrações de trânsito que ele cometeu durante a fuga e mais quatro pelas irregularidades no veículo, que foi apreendido, que somadas, ultrapassam o valor da moto.

Cabe salientar que o motociclista, que nem carteira de motorista permanente possuía, usava uma camiseta com dizeres em apologia contra o Artigo 244 do Código Brasileiro de Trânsito, exaltando que a prática de manobras de exibicionismo não é crime e sim uma arte de rua, mas existe lugares específicos destinados para este tipo de atividade, com segurança para os pilotos, como também para o público que assiste e para a PM, o que vale é a Lei e a proteção ao cidadão, finalizou o SD Sanches.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Blog Congotícias
www.congoticias.net