Facebook Twitter RSS

Ratinho Junior reduz em 30% salário do primeiro escalão do governo


Fonte: Paraná Portal
(Foto: Geraldo Bubniak/AGB)
O governador do Paraná, Ratinho Junior, irá reduzir o salário de todo o primeiro escalão do executivo estadual. Isso incluiu os vencimentos do próprio governador, do vice-governador Darci Piana e também dos secretários estaduais.

O anúncio foi realizado nesta quarta-feira (15) e irá destinar essa verba excedente para o Fundo de Combate à Pobreza do Estado, com foco exclusivo para os impactos econômicos e sociais da pandemia do coronavírus.

Dessa forma serão doados cerca de R$ 7,7 mil por mês para o Fundo de Combate à Pobreza do Estado, somente do salário de Ratinho Junior. Darci Piana recebe 95% dos vencimentos do chefe do executivo, enquanto os secretários estaduais 70% desse montante.

Vale lembrar que os atuais R$ 33.700 recebidos mensalmente por Ratinho Junior já foram congelados no início de 2018, não sofrendo aumento de 16% previsto pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Isso porque o teto dos salários dos governadores e sua equipe de governo são baseados nos vencimentos recebidos pelos ministros do STF.

RATINHO JUNIOR ENTREGA LDO DE 2021 PARA A ASSEMBLEIA

O executivo estadual ainda entregou nesta quarta-feira a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2021 para a ALEP (Assembleia Legislativa do Paraná). O documento aponta quede de R$ 2,1 bilhões na expectativa de receita corrente devido a pandemia do coronavírus.

Com isso as previsões orçamentárias para 2021 apontam R$ 36,8 bilhões de receita corrente, R$ 64 bilhões de receita bruta e R$ 47,7 bilhões em receita líquida.

Os deputados paranaenses tem até o mês de julho para analisarem os números e aprovarem a proposta. Essa avaliação será a base para que o legislativo elabore a LOA (Lei de Orçamento Anual), que tradicionalmente é votada no segundo semestre.

“Temos os prazos regimentais e vamos cumprir. Temos situação atípica de votação remota nesse momento. Não sabemos quando voltaremos às votações presenciais, mas se necessário for, levarmos as votações em forma remota no tempo necessário que a pandemia durar, estaremos aqui legislando com tranquilidade e mesmo que remotamente vamos seguir o rito necessário para votação da LDO e demais mensagens do Governo”, explicou o presidente da ALEP, deputado Ademar Traino (PSDB).

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Érick Paiva - Blog Congotícias
Érick é acadêmico do curso de Direito, cursando atualmente o terceiro período na Faculdade Cristo Rei (FACCREI) de Cornélio Procópio. É o criador do Blog Congotícias, levando a informação para Congonhinhas e região há mais de 06 anos.