Facebook Twitter RSS

Prefeito do Paraná é preso com galos de rinha pela segunda vez no ano


Fonte: Andrea Torrente - Portal RIC Mais

Leonir Antunes, prefeito de Boa Vista da Aparecida, município de 8 mil habitantes no Oeste do Paraná, foi preso pela segunda vez transportando galos de rinha. A Polícia Rodoviária Federal parou o veículo no qual viajava o político, na BR-386 em Sarandi, município do Norte do Rio Grande do Sul.

Ele disse aos policiais que estava retornando ao Paraná após passar o fim de semana em Porto Alegre. No banco traseiro foram encontradas cinco aves: três galinhas e dois galos. Uma ave estava numa maleta ferida, de acordo com a polícia.

O prefeito já foi parado em fevereiro deste ano transportando galos de rinha. Na ocasião ele usou o carro oficial da prefeitura. Na época, a Câmara dos Vereadores optou por não investigar o crime. Já o Ministério Público abriu investigação e conseguiu bloquear bens no valor de R$ 300 mil pelas despesas causada pelo uso do carro oficial e por danos morais coletivos.

Ministério Público

Em nota, o Ministério da Público do Paraná informou que um novo inquérito será instaurado para averiguar e apurar os fatos e eventuais repercussões no âmbito da improbidade administrativa.

No texto, o MPPR lembra que já foi deferida uma liminar, em relação ao primeiro caso, que ocorreu em fevereiro deste ano. A ação de improbidade administrativa foi ajuizada em 09 de julho de 2021 pela Promotoria de Justiça de Capitão Leônidas Marques.

A pedido do Ministério Público, o Poder Judiciário deferiu liminar determinando: a indisponibilidade de bens do Prefeito até o montante de R$ 313.756,38;  que o Prefeito se abstenha de utilizar quaisquer veículos oficiais do Município de Boa Vista da Aparecida, notadamente, o veículo VW/JETTA 2017/2017, placas BBT-9639, em atividades particulares e/ou em atividades que não sejam estritamente de interesse público, bem como nos finais de semana, feriados e fora do horário de funcionamento das repartições públicas, sob pena de pagamento de multa por descumprimento, fixada em R$ 10 mil, por cada ato.

Proceda à elaboração de um diário de bordo e de uma ficha de abastecimento individual do veículo VW/JETTA, 2017/2017, placas BBT-9639, cor branca, nº 20 da frota municipal, os quais deverão conter todas as informações legalmente requeridas e indicadas pelo Ministério Público, devendo, ainda, serem apresentados mensalmente a juízo; Proceda à devida identificação e adesivação do veículo VW/JETTA, 2017/2017, placas BBT-9639, cor branca, nº 20 da frota municipal, nos termos indicados pelo Ministério Público”, diz a nota divulgada pelo MP.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Érick Paiva - Blog Congotícias
Érick é acadêmico do curso de Direito, cursando atualmente o 6º período na Faculdade Cristo Rei (FACCREI) de Cornélio Procópio. É o criador do Blog Congotícias, levando a informação para Congonhinhas e região há mais de 08 anos.