Facebook Twitter RSS

Romanelli cobra consciência dos motoristas e respeito à legislação de trânsito


Assessoria/Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) afirmou nesta quarta-feira, 03, que os motoristas precisam exercitar a consciência ao dirigir e respeitar a legislação de trânsito. “É isso que fará reduzir o número de acidentes e de vítimas nas ruas e estradas”, sustentou ele na solenidade de lançamento da campanha Maio Amarelo, realizada no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

Neste ano, o movimento para conscientizar motoristas tem o tema: “No trânsito, escolha a vida”. Ao longo de maio, o Detran-PR promoverá ações para chamar a atenção para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. “É fundamental esta ação para conscientizar os motoristas sobre a condução segura, com respeito aos pedestres, aos ciclistas e à sinalização das vias. É a atenção e o cumprimento da legislação que fará do trânsito um ambiente seguro para todos”, avalia Romanelli. 

A campanha Maio Amarelo deste ano foi produzida pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) e será aplicada em todo o País. O lançamento no Paraná foi feito pelo vice-governador Darci Piana, juntamente com o secretário nacional de Trânsito, Adrualdo de Lima Catão, e o diretor-presidente do Detran-PR, Adriano Furtado, com a presença de parlamentares e prefeitos de todo o Estado.

No evento, foram assinadas ordens de serviço para a implantação de nova sinalização viária em 46 municípios paranaenses, com investimento de R$ 11,9 milhões. Outra iniciativa formalizada na solenidade foi a assinatura de protocolos para a municipalização do trânsito em 278 cidades do Paraná.

Indústria da multa – Na semana passada, no plenário da Assembleia Legislativa, Romanelli questionou a informação de que exista uma “indústria da multa” nas cidades que usam radares para controlar o tráfego. Para ele, os órgãos responsáveis pela fiscalização de trânsito precisam reforçar o controle de velocidade e aplicar as sanções necessárias para que os motoristas respeitem a legislação. 

“De forma demagógica, muitos falam contra a existência de radares nas cidades e nas estradas. Falam sobre uma indústria das multas, mas só é multado quem não respeita a legislação de trânsito”, afirmou Romanelli. “Se existe uma indústria da multa é porque temos uma indústria de infratores”, completou o deputado.

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA

  • Facebook
  • Twitter
  • Myspace
  • Reddit
  • Stumnleupon
  • Delicious
  • Digg
  • Technorati
Postado por: Érick Paiva - Blog Congotícias
Érick é acadêmico do curso de Direito, cursando atualmente o 10º período na Faculdade Cristo Rei (FACCREI) de Cornélio Procópio. É o criador do Blog Congotícias, levando a informação para Congonhinhas e região há mais de 10 anos.